INTRODUÇÃO

 

Havendo inúmeros estudos onde as Artes na Educação são apresentadas como um fator essencial no desenvolvimento social, cognitivo, psicomotor e afetivo das crianças, a importância das mesmas nos planos curriculares não corresponde ao que se escreve. As Artes na Educação são deixadas para segundo plano, são vistas como uma atividade menor. Na nossa realidade educativa, as Artes são, apenas, um complemento às restantes disciplinas.

Parece-nos urgente que as Artes na Educação ganhem outra importância, tomem o seu posto e sejam parte integrante e enriquecedora da interdisciplinaridade das escolas, o que contribuirá, sem quaisquer dúvidas, para o enriquecimento humano do aluno.

Neste sentido, o projeto Escolíadas Júnior vem valorizar as Artes na Educação, vem abrir caminho para uma maior articulação entre as Áreas de Expressões e as restantes disciplinas integrantes no plano curricular do 1º ciclo do Ensino Básico.

 

Ver projecto provisório